A Raíz do Sofrimento

Se investigarmos bem, a raíz do sofrimento estará sempre numa ideia simples subjacente: as coisas TÊM QUE ser de uma certa maneira e não o são para a pessoa que as vê. Todas as emoções negativas – raiva, frustração, tristeza, etc. – advêm na base desta ideia: as coisas deveriam ser de outra forma que não são. E que podemos fazer nós para mudá-las?

Faz lembrar a birra de um menino mimado que quer que algo seja como ele quer, mesmo sabendo que não está no seu poder decidir. É loucura. Sábio e verdadeiramente contente é aquele que aceita tudo como é, pois sabe que a única coisa que está no seu poder decidir e mudar é a forma como aceita ou não a sua interpretação das coisas, e que sabe distinguir aquilo que está no seu poder mudar (a forma como vê as coisas), daquilo que não está (a forma como as coisas são).

Todos os métodos e filosofias que erradicam este erro primordial de percepção, e que cultivam a visão clara e não distorcida das coisas, restituem saúde e equilíbrio ao sistema humano, e levam ao contentamento natural. Os métodos terapéuticos da TBI fazem isto mesmo, “dizendo” ao sistema que está tudo bem, desmantelando as reacções desnecessárias e reactivas à forma como as coisas já são. Eles são uma alavanca preciosa neste sentido, mas se quisermos ir mais além, se quisermos tomar conta das nossas vidas e da nossa felicidade, e ter contentamento PERMANENTE, isto tem que ser algo realizado e conscientemente vivido todos os dias. Todas as nossas reacções têm que ser monitorizadas e realizadas pelo que são: distorções da realidade.

Restituímos a sanidade em nós próprios por vontade própria e prática permanente, mantendo-nos a nós próprios e às nossas percepções em cheque. Podemos dar as voltas que quisermos, como uma serpente peseguindo a sua própria cauda, mas o verdadeiro centro de poder e causa de felicidade está e estará sempre só dentro de nós e neste exercício interno perfeito da vontade sobre as nossas percepções e interpretações internas conquistamos a verdadeira felicidade que só pode vir de dentro.

É fácil? Não. Estamos a lidar com fortes condicionamentos internos. Mas é esta a única maneira de ter paz e contentamento verdadeiro? Absolutamente sim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s